Um nada

pexels photo 7254489Eva Bronzini

Apareceu esgrouviado. Cabelo desfeito, roupa manchada. A mãe teve um sobressalto!
– Meu filho, o que aconteceu?
E ele nada discorria. Atirou-se para o sofá e sentiu-se de novo criança mimada.
A mãe abanou-o, clamou pelo seu nome. Ele suspirou! – Permitira-lhe a bonança.
A longa noite gélida, tal o rosto do filho. Caíam lágrimas no papel de mãe.
O álcool gatuno! Chegou sem que ela denotasse. Seria tarde demais?
Escutou-se o gemido, do nada em que se transformara.

2016. DESAFIO nº74. Histórias em 77 palavras. Foto: Eva Bronzini

Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste texto, por quaisquer meios, sem prévia autorização, por escrito, da autora.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top