Personagem

33152703 1710582325721266 5111095512707104768 n


Secretamente, tinha decidido honrar o seu compromisso.
Ela enxugou-lhe o corpo trémulo, delicadamente vestiu-lhe a roupa e abraçou-o, derretendo-o com o seu amor. Os seus longos cabelos massajaram-lhe o pescoço. Sem que desse por isso, a lágrima teimosa soltara-se avassaladoramente. Limpou-a de imediato, não fossem as miúdas notar.
Cada dia que passava, a sua bravura crescia, a sua tez esbatia-se. O espelho não a seduzia mais…
Anoitecia…corpos despidos, tal como a sua alma, porque a noite longa negava-lhe o desejo de o ter. E segredava-lhe: «Amo-te meu valentão», embora no seu íntimo a saudade infinita lhe toldasse os pensamentos.
Na varanda da casa, recolhia-se. Ele dormitava, e ela antecipava o negro cenário. Em gritos calados, o peito soluçava furtivamente. A formosura do semblante fora transferida para o coração.
E o dia chegou. O peito explodiu, as lágrimas inundaram-lhe a cama onde a paixão tinha desabrochado outrora. Abraçou-o como nunca. Beijou-lhe desesperadamente o rosto frio…

Foto: internet

Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste texto, por quaisquer meios, sem prévia autorização, por escrito, da autora.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top