Fogo

23519021 1503815116397989 8466134644020481200 n

Já dizia o poeta amor é fogo que arde sem se ver.

As brasas do amor são de fogo. Cânticos 8:6

É um dos elementos da natureza.

– Fogo! Mais um desafio…

Desde a antiguidade que o fogo tem acompanhado o desenvolvimento das sociedades.

Diz-se que foi uma das maiores conquistas do ser humano.

Utilizado na caça em flechas e lanças, serviu de proteção para espantar predadores.

As fogueiras cozinhavam os alimentos eliminando bactérias da carne. Resguardava do frio no inverno.

Ao longo do tempo o Homem foi aprimorando as técnicas para benefício próprio.

Hoje temos muitos materiais à nossa disposição com a ajuda do fogo, como metais, vidro, porcelana, entre outros.

Os agricultores servem-se das queimadas para limpeza dos terrenos, no intuito de ganho de espaço nas plantações e para que estas surjam mais viçosas pela ação dos nutrientes das cinzas, o que inevitavelmente acarreta consequências para os ecossistemas.

O fogo é nalgumas casas o único modo de aquecimento, seja em lareiras, em caldeira a lenha ou através de recuperadores de calor. A panela de ferro fundido ao lume ainda é usada por alguns antigos. Os grelhados no carvão têm um sabor especial. E os assados em forno de lenha?

O fogo pode ser de tal modo devastador que nos deixa apavorados e profundamente desgostosos pelas tragédias que causa, como lamentavelmente sucedido em Portugal.

Na gíria portuguesa encontramos vários provérbios sob o tema fogo.

Se atentarmos para a Bíblia notamos que a palavra fogo surge imensas vezes. Saliento apenas algumas delas.

Em Hebreus podemos ler que «Deus é um fogo consumidor». O povo de Israel usufruiu de uma coluna de fogo pela noite que iluminava para que pudesse caminhar.

Através do fogo faziam-se as ofertas queimadas para expiação do pecado e culpa. A língua é comparada a um fogo «inflamada pelo inferno» (Tiago 3:6).

Nos lábios do ímpio há uma fogueira (Prov. 16:27).

A ação do Espírito Santo no dia de Pentecostes fez-se notar através do repartir de línguas «como que de fogo» (Atos 2).

E pelo fogo se descobrirão as obras (I Cor. 3:13).

Em Daniel 3 encontramos o incrível episódio de três homens atirados a uma fornalha de fogo ardente e como o grande milagre aconteceu porque o seu intuito era adorar exclusivamente ao Deus verdadeiro.

A própria palavra de Deus é comparada a um fogo (Jeremias 23:29).

Em último, quando as relações humanas se degradam vindo as acusações e expressões de raiva não serão chamas de fogo lançadas sem dó nem piedade que arrasam tais relações, consumindo o íntimo de cada um?

Note-se o que a Bíblia também nos ensina a este respeito: nas relações sociais o «amor adente» deve primar,1 Pedro 4:8.

– Fogo, acabei.


Foto: internet

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Poema do meu país que se chama Portugal

Sentimentalismo, emoções amplificadas, a poesia, o escorrer da alma. Desde 1999 que o Dia Mundial da Poesia se celebra anualmente. O acentuar das palavras que contrasta com palavras ocas. Apoderarmo-nos do poder da linguagem para

Leia mais »

Aprisionados

Sim, estamos a viver como presos dentro de celas, dentro de nós mesmos, dentro de uma máscara, dentro de quartos, de casas, enfim. O que estamos a fazer às nossas crianças? Aos nossos adolescentes e

Leia mais »

Agricultor por um dia

Comprei uma horta vertical. Plantei legumes já que o dinheiro da carteira desparece no supermercado como ladrão silencioso. Plantei também flores para iluminar o jardim e obrigar-me a sorrir. O telemóvel como espectador, acrescento-lhe poemas

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top