Tristeza

pexels photo 1510149
Dương Nhân


Tristeza
É o que sinto, abatimento

Mesmo que o mesmo não sintas
Continua a arder cá dentro!

É pedaço, é ferida que dói!
É sentimento forte que corrói.

Dói o silêncio, o calar
A amargura dos olhos teus,
Patenteia o teu olhar.

A dor subsiste
É penosa, dolorosa.

Já não me amas
Eu sei, sinto-o,
Desculpa por te amar assim…

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Sonha

Sonhar, que palavra tão bela! Sonha…sonha…sonha bem alto para que esse teu sonho se faça ouvir.Sonha adormecido, sonha acordado, sonha destemido…nunca sonhes sufocado.Sonha com esperança.Entrega a tua vida ao Deus dos sonhos.Ele pode fazer-te sonhar!

Leia mais »
poema

Poema

Também querias um poemaMas de ti não me esqueciTendo o amor como lemaApaixonei-me por ti! Foto: Suzy Hazelwood

Leia mais »
dois

Dois

Número dois também se usa afinalSeja par ou dueto musicalDa Bíblia logo depreendemosAdão e Eva: o primeiro casal Em Génesis há indicaçãoA respeito da entrada na arcaDois em dois, muita organizaçãoMacho e fêmea para junto

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top