Surpresas

88212693 2838825432896944 1900411681452851200 n

– Bom, estavas aí a debitar e nem te lembraste que hoje faço anos…

– Saber esperar é uma grande virtude…

– É, eu sei, mas é quase meia-noite e nada…

– O teu presente vem a caminho.

– Calar esta boca realmente não é fácil… agora deixaste-me em pulgas…

– Até à meia-noite ainda é dia…

Ser apressado pode não dar bom resultado.
(Tempo de silêncio…)

– De facto tens a capacidade de me surpreender, mas…

Falar é bom, ajuda o tempo a passar.


HISTÓRIAS em 77 PALAVRAS, desafio nº 30, publicado no blogue 77 palavras. Foto: internet

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

meu

Meu

És meu!Meu doce menino…Filho querido, amado, desejado. Embalo-te, dou-te carinho, amor, doçura.Seguro na tua tenra pequenina mão. Observo cada expressão facial, cada gesto involuntário.De mansinho, dormes o bom soninho, far-te-á crescer! Aconchego-te, quero proteger-te da

Leia mais »
desafios de escrita coração de sangue

Coração de sangue

Sentada na rua ao frio. Desesperada, ali fiquei, destapada de amor. Não esperava nada, nada me aguardava e, eu, sem querer, ali estava. O meu gélido corpo iludia os transeuntes, fotografavam a estátua! Podia vir

Leia mais »
ludmila faneca

Ludmila Faneca

Ludmila Faneca. Fazia regime de amor. Fartou-se do engatatão… – O estafermo queria a mãe e a filha! É que não queria mais nada! Levou uma lamparina e não voltou. O cheiro a peixe afastava

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top