O tema és Tu!

pexels photo 595747luizclas

O tema és tu quando de Deus te apartas
Quando calculas que sozinho és capaz
Abonando o futuro no dinheiro, nas cartas
Julgando assaz que o dia de amanhã te pertence
Vivendo despreocupado, curtindo a vida
Usando calões, abreviaturas e expressões
Caminhando à deriva
Imerso em vícios, confusões
Insaciável – carnais paixões
“É só uma passa” – dizes tu: “não é isto que me mata!”
O tema és tu quando esse lado negro
Não inédito
Te agarra e amarra
O tema és tu quando ao diabo dás crédito
Envolto em pecado
És vazio sem rumo, esvais como nuvem de fumo
Desmaias mortificado
E desesperadamente
Lágrimas rolam na face copiosamente
Apego amargo a fel semelhante
É tristeza, é carregar o fardo
E de rastos na incerteza
Vaga teu ser em mar infinito e errante

O tema és tu sempre que te julgas o maior!
Queres ser uma estrela!
Ostentas o que não tens
Procuras o que não deves
Anseias o alheio
Nada te põe freio
Qual super, híper, mega
“Legal!” – dizes tu
“Nada me fará mal!”
E de repente,
como um todo, maquinal
A cabeça a arder
Cais no buraco, no charco de lodo
Já não queres viver, apenas morrer…

E sem solução, a alma pequena
A tua vida em turbilhão será sempre o tema

O tema és tu quando és aquela ovelha perdida
Que o Pastor procura ansiosamente
És ovelha sem guarida
Mas esse Pastor não olha a perigos
Não olha a meios
Abandona tudo o resto só para te resgatar
Pois é na tentativa de te encontrar
Que chama por ti carinhosamente
Que espera abraçar-te
Ardentemente
Ao colo deseja levar-te
Para não mais ficares sozinho
Aflito perdidamente

Esse Pastor livra-te da morte certa
Dos tormentos Ele te desperta

O tema és tu quando Ele te recupera
Quando te põe no Seu regaço e te livra
Do terrível, do desconhecido, do acerbo
E tu, ainda duvidas?
Ele veio ao teu encontro
Para não mais te perder
Pois tu és o tema
Não te podes esquecer…

Ele quer dar-te nova oportunidade
Deseja o teu nome escrever
E tu, que és o tema afinal
Será que O rejeitas?
Porque é que o mal não enjeitas?

O Bom Pastor quer dar-te morada nova
Onde não há perigos, a dor não existe
Onde o mal não perdura
A morte não subsiste
Nem qualquer amargura

O tema és tu quando esse Pastor
Se presta a dar a Sua própria vida em teu favor!

Se o recebes com amor Tu és o tema
És o tema se no íntimo O aceitas
Arrependido dos erros teus
Tu és o tema singular para Deus

O tema és tu
O tema és tu e só tu
Mas só tu decides se queres ser o tema
E se queres que o tema sejas tu.

2012. (Retiro de Jovens AD de Águeda na Figueira da Foz). Foto: Luizclas

Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste texto, por quaisquer meios, sem prévia autorização, por escrito, da autora.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top