Olhar o Amanhã

Olhar o Amanhã

Quero olhar o amanhã
Crer no brilho da aurora
Que se ergue bondosa para todos

Quero confiar nos meus entes amados
Que me vão dizer a verdade, ensinando-me a vivenciar a dignidade

Quero olhar o amanhã tendo a certeza de que hoje me seguram se eu tropeçar e cair
E não me julgam erradamente

Sou criança ainda e não quero que me interrompam o futuro
Não preciso de me esconder atrás de alguém
E não suporto que me tratem com desdém

Quero olhar o amanhã num mundo melhor
Nesse mundo que é meu e dos outros todos

Sou pequena ainda, sou
O amor e o colo nunca me fizeram mal

Vou crescer sem medo exacerbado
Porque quem tenho ao meu lado
Me sustém, me apoia, me ajuda a avistar o além
Com a certeza de que o sol nos aquece, nos faz bem.

Poema publicado em Associação Família Conservadora
Dezembro de 2021

Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste texto, por quaisquer meios, sem prévia autorização, por escrito, da autora.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top