Histórias com História: Sara Ramalho

Sara Ramalho

Quando somos adolescentes ou crianças podemos não ter noção da profissão que ambicionamos ter no futuro. No entanto, jovens há que aspiram desde cedo uma determinada área.
Hoje quero contar-vos uma história. Ontem encontrei um tesourinho, uma Boa Semente antiga e reconheci uma linda moça. A Sara Ramalho. Enviei-lhe em seguida a fotografia. Fiz-lhe um pequeno desafio: se ela não se importava de me responder a umas questões e se eu poderia partilhar a foto que encontrei, pelo que concordou.
Quem sabe, a sua história não sirva de inspiração para alguém que, afinal, não tem certeza do que quer fazer no futuro, onde pairam muitas dúvidas.
A Sara desde miúda que tinha o sonho de ser advogada. Revelou-me que «era muito reivindicativa e estava sempre a apelar para as coisas». Quando andava no 7º ano escolar já estava decidida. Embora não conhecesse o futuro, estava focada, trabalhou para tal e chegou à sua meta profissional.
Quando a Sara chegou ao 10º ano foi numa visita de estudo à universidade. Nesse dia, comprou um postal da porta férrea, que é a porta de entrada da universidade. Guardou esse postal dentro da sua Bíblia. Ela em fé, afirmava que um dia ia entrar por aquela porta.
«E Deus ajudou-me a entrar!» – Relata Sara.
A Sara Ramalho conta-nos ainda que, quando terminou o curso, «foi uma sensação de vitória muito grande e especial». Pudera, se concretizou o seu sonho que pairava desde cedo dentro de si!
Então a Sara quis honrar Deus. Sabem o que está gravado no seu anel de curso?: «Deus é fiel».
Ela percebia Deus ao seu lado. Por vezes, julgamos que por isso, tudo nos correrá sempre bem. E nem sempre é assim que acontece. Mas um propósito Deus terá com tais situações difíceis. Ela passou por uma fase de muitas entrevistas no intuito de conseguir um estágio. E declara: «já tinha feito tantas, não tinham corrido bem». Mas houve uma que, finalmente deu certo:
«No estágio eu vi a mão de Deus porque na entrevista que fiz e, o patrono nem leu o meu currículo e disse que eu podia começar logo naquele dia e assim foi!».
O seu primeiro caso foi o acompanhamento de uma senhora idosa ao ministério público.
Ao longo do caminho, Deus foi dando-lhe certezas de que era este o seu papel. Ela estava convicta de que era isto que fazer na vida.
Perguntei-lhe se tinha alguma história engraçada para nos revelar, pelo que partilha connosco:
«A cena mais engraçada foi estar gravidissima da minha Maria e ter que ir fazer uma inspeção a um local que era um pinhal muito íngreme e cheio de vegetação e eu de salto alto!!! Foi uma comédia!!»
Por último, eu quis saber o que tinha sentido quando lhe enviei a fotografia:
«Quando vi a foto lembrei me logo do local onde ela foi tirada que foi na igreja de Sobral de Monte Agraço, onde o meu pai foi pastor! Pensei que Deus nos leva muito mais além do que nós podermos sequer imaginar!! E não deixa de ser curioso ver que a relação que tinha com o meu irmão e ainda hoje tenho é fantástica!!»
Não deixemos de ajudar os jovens a perceber qual é a sua meta.
São histórias assim que nos lembram que ter Deus na vida é uma escolha nossa. Ele está sempre de braços abertos para quem o quiser receber. Mas Ele ajuda-nos no processo, ao longo do caminho, a cada etapa. Mesmo que por vezes seja difícil. Com Ele ao lado, é possível!
E se tu és jovem e ambicionas algo de bom, algo produtivo, algo espetacular mas se isso te parece uma miragem…
Percebe histórias de vida como esta que nunca se esqueceram de Deus…tem fé e faz alguma coisa para seguires o teu sonho. Pergunta-lhe a Ele o que deves fazer e Ele guiar-te-á.
«Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;» Eclesiastes 12:1

Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste texto, por quaisquer meios, sem prévia autorização, por escrito, da autora.

Scroll to Top