Faz ó ó meu bebé!

pexels photo 5079883 Michael Morse

Sono tranquilo
Repouso sereno
Que doce amor
És tu meu pequeno

Sinto o doce palpitar
Da tua pequena existência
Minha ternura, minha vida
Sopro de eloquência

Dorme aqui no meu colo
Respira calmamente
És tu o meu tesouro
Neste mar de tanta gente

O mel a ti se compara
O encanto é tua graça
Meu amor pequenino
Faz ó ó que tudo passa

Quero embalar-te
Até ao amanhecer
Mas se eu me cansar
Para ti vou olhar
E hei-de prevalecer

O teu semblante é suave
Lembra flor de algodão
Como aroma primaveril
É o bater do teu coração

Flui nas minhas carícias
Meu bebé, minha candura
Melodia alegre, graciosa
Harmonia plena e pura
Que singeleza, que vida
Deus me deu de presente
Meu amor tão fofinho
Deixa a mamã contente
E faz ó ó de mansinho

Dedicado ao meu filho

Foto: Michael Morse

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

dois

Dois

Número dois também se usa afinalSeja par ou dueto musicalDa Bíblia logo depreendemosAdão e Eva: o primeiro casal Em Génesis há indicaçãoA respeito da entrada na arcaDois em dois, muita organizaçãoMacho e fêmea para junto

Leia mais »

O tema és Tu!

O tema és tu quando de Deus te apartasQuando calculas que sozinho és capazAbonando o futuro no dinheiro, nas cartasJulgando assaz que o dia de amanhã te pertenceVivendo despreocupado, curtindo a vidaUsando calões, abreviaturas e

Leia mais »

O Poder da Palavra Não

Ela tem sentido negativo, é da oposiçãoExibe braços de halterofilismoOstenta coroa de reiQuem legitima o seu populismo? O bebé pequenino faz dela um brinquedoNÃO fosse o medo da cara zangada dos pais«NÃO mexe ali», «NÃO

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top