Expectativa

15179059 1142894639156707 3247186056163179098 n

A Expo’98 palavra tão falada, tão mista
Como um novo mundo para Lisboa,
Até perder de vista

Oceanos de mil cores estamos a unir
Ficará em nossas memórias para o porvir
Graças aos trabalhadores
Que tanto esforço fizeram
Tantas dores sentiram
Para de uma certa forma nos servir.

Países para conhecer
Muitos serão com certeza
Raças, tribos, povos
Até membros da realeza
Falarão a mesma língua;
A língua que une as nações
Em todo um mesmo sentido:
De amar, de conhecer, de explorar…
Esse mundo desconhecido.

Até lá será uma surpresa
Mas dia 21 de Maio
Será uma certeza.

1998. Para o Diário de Notícias sobre a Expo’98 – ‘Concurso’ em 98 Palavras
Foto: internet

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

É por Ti!

Diz Jesus(É por ti que eu estou aquiÉ por ti que eu morriÉ por ti que dei a minha própria vida Mas é por ti que eu esperoÉ por ti que não desistoÉ por ti

Leia mais »

Os escravos do tempo

A cada dia que passa observamosE cada vez mais pressentimosQue a distância é maiorTudo nos absorveTudo nos separaDo infindável amor de Deus Tudo à nossa volta nos prendeNos amarra e agarra Vivemos aprisionadosFora da celaNo

Leia mais »

Poema Vida

Vida que és VidaÉs sopro divinoÉs inspiração celesteVida concedidaNão encerras perdidaQuando Deus comparece Chama acesa é a VidaEmerge da verdadeVida que é vividaSem protecção, sem guaridaPerpassa ansiedade VidaDesperta realidadeViveE sê assumida Oh Vida[que trazesTanta alegria,

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top