Doença malvada

pexels photo 8271868


O inverno dos sentidos tinha chegado repentinamente, impetuoso. Na cama do hospital, José cogitava o seu passado.

Sonhava com aquela que fora a paixão da sua vida e abraçava-a no pensamento.

Gemia de saudade.

A velha ponte já não ligava os dois corações, caíra devido à forte corrente do rio que escorria do rosto de José. 

Restavam-lhe alguns dias de vida. A solidão toldava-lhe a memória mas nem assim esquecia que apelidara a doença de cabra malvada.


Histórias em 77 palavras, Foto: Diana Smykova, Desafio nº 87, publicado no blogue 77 palavras

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

tu

Assim como tu

Vi pessoas assim como tuImersas na escuridãoMergulhadas numa profunda e densa maréSobreveio-lhes o turbilhãoForam levadas de arrastãoE nunca mais tiveram pé O que me chateia é que não tentaram sequerResignaram-se a perderE outras alheadas à

Leia mais »
sempre o natal

Sempre o Natal

Mariana, em criança sempre quis ter uma Barbie, mas nunca teve! Sempre que se aproximava o Natal, pensava que chegaria o momento… A sua triste miserável realidade, sempre a deixava em baixo, chorosa. Lida do

Leia mais »
maneira

A vida à sua maneira

Da mãe, a quarta vez que ouvia aquilo. Do pai, a mesma lengalenga. Farto de sermões, ele preferia viver a vida à sua maneira! Imerso nas drogas, um futuro desolador o esperava. Um dia encontram-no

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top