A era da inércia

89098718 2837867476326073 5493128322495807488 n

Não me levem a mal… há algo que me preocupa seriamente.

Há miúdos que já não brincam.
Mal chegam a casa as tecnologias dominam. O vício é enorme!

Que tempo este em vivemos!
Sempre há um escape!??

Dure o que durar temos que fazer alguma coisa!

Nem que se escondam os telemóveis e computadores…

Bem sei que não será fácil…

Que soluções mais?

Não tenho ideias…

Se porventura souberem, digam-me!

Acabe-se com a passividade. Brinque-se por favor!

Desafio de escrita nº 30 (Blogue 77 palavras). Fotos: internet

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

divórcio

Divórcio

A sua imaginação era frutuosa. Deleitava-se a observar. Reservava-se ao seu eu. Ninguém lhe conhecia o dom. Desenhava em cadernos e escondia-os no roupeiro. Os seus pais, cada um no seu vazio mundo. Faziam-lhe crer

Leia mais »
agrafador

Agrafador ao Peito

De agrafador no peito vivia donzela Maria. Guardara até aquele dia o amor bem agrafado. De tão apertado que estava o peito, Maria tossia, tossia. A tosse era seca parecia um elefante na savana ao

Leia mais »
tu

Assim como tu

Vi pessoas assim como tuImersas na escuridãoMergulhadas numa profunda e densa maréSobreveio-lhes o turbilhãoForam levadas de arrastãoE nunca mais tiveram pé O que me chateia é que não tentaram sequerResignaram-se a perderE outras alheadas à

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top