Vencer no desespero

pexels photo 1249632Lood Goosen

Fogo! Tarde demais!

Ele, com ligeiro palavreado queria desculpar-se embora eu tenha pensado e decidido, que a cena ignóbil jamais se repetiria.

Não havia hesitação da minha parte. Dava-se o início do resto da minha vida…eu nem precisava da desforra

Tinha prometido que não desistiria apesar do estanque teatral.

Aberta a cortina do meu palco, o pano preto tinha ficado de lado, tal qual a minha história amarga.

Assim, adquiri o conhecimento de como vencer no desespero…

DESAFIO nº69. Histórias em 77 palavras, com algumas obrigatórias. Foto: Lood Goosen

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

banco

O banco do amor

De tanto esperar o amor, cansaram-se. Ele e ela puseram-se à janela. Cada um na sua.«Início da novela» comentaram os vizinhos. Para se alcançarem foram para a rua. Sentados num banco do jardim, aproximaram-se, por

Leia mais »
brincadeiras

Brincadeiras

Cátia, a arisca, nunca parava de chatear Raquel.Beliscava-a, fazia-lhe caretas e furtava-lhe as canetas. Era demais! Nem sequer insistia em lutar pela amizade. Certa vez a Cátia precisava de um papel, mas a amiga Raquel

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top