Não há palavras para te explicar (Deus)

pexels photo 2176115 huynh Dat

Não há palavras que preencham…
Não há palavras que permaneçam…
Não existem, Não substituem


Como a Tua voz…
Não há palavras…
Para dizer, para contar, para falar
Do meu Deus, do filho Seu, do Seu Espírito

Não há palavras
Para afirmar, para expressar
O Seu amor
A Sua Glória
O Seu perdão

Não há palavras
Para mostrar
O Criador
O excelso
Que é Senhor…

Por mais palavras
Que se concebam
Que se inventem
Que se produzam…
Que se pintem
Que se ouçam
Que se transmitam
Que se escrevam
Que se rascunhem
Que se componham
Que se acenem
Que levantem
Não há… palavras… pr’a Te explicar

Não haverá nada comparável
Como Tu meu Deus!

Em qualquer idioma
Qualquer expressão
Qualquer legado ou ligação
O que for gerado
Alguma junção,
Todo o enredo
Seja comoção, desassossego
Não, não é possível!
Não é exequível
Não é provável
É impossível!
Seja cantado
Proferido, exprimido
Mensurado
Corroborado
Seja calculado
Averiguado
Não haverá palavras!

Nunca houve, não se obterá
Nenhum duplicado
Nem certificado
Não há…
Não há…
Como a Tua Grandeza Senhor!

Foto: huynh Dat

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

andrea

«Memory Lane»

Era um tempo diferente simNão tinha pressa de ser gente ou de ganhar a corridaDe sonhos ausente como se vivesse despida Brincava assimProcurava agulhas da (querida) costureiraQue já estava num frenesimUma saia às pregas para

Leia mais »

Sonha

Sonhar, que palavra tão bela! Sonha…sonha…sonha bem alto para que esse teu sonho se faça ouvir.Sonha adormecido, sonha acordado, sonha destemido…nunca sonhes sufocado.Sonha com esperança.Entrega a tua vida ao Deus dos sonhos.Ele pode fazer-te sonhar!

Leia mais »

Já não há explicação!

Dá-me a tua mãoEnxerga, sente o bater do meu coração Dá-me um abraçoAperta com a força como se fizesses um laço Dá-me um beijoDe ternura, de afeiçãoSou este velhinho que morre de solidão Dá-me a

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top