Eu queria ter

15267608 1143321742447330 8929537729064192479 n

«Sim, eu queria ter uns sapatinhos
Tenho sempre os pés geladinhos!

Como eu gostava de ter um Natal assim…
Tal como os outros meninos.

Aqueles que os pais têm dinheiro
Para comprar muitas prendinhas.

Eu já pedi ao pai natal uns sapatos
Mas ele nunca mos pôde trazer.
Talvez este ano ele consiga trazer uns.

Os meus pais não têm muito dinheiro
E aquele que conseguem através do seu trabalho
É para a comida, que mal chega para mim e para os meus irmãos.»

Quem ler este texto irá perceber que foi imaginação de alguém. Contudo, existe esta triste realidade ainda nos dias que correm e, por vezes, tão perto de nós.

Basta olharmos à nossa volta;
Alguém deve estar a precisar da nossa solidariedade.
Assim, participe e ofereça uns sapatinhos a este menino.

1998/9. Campanha – Um Natal Amigo – apoio à Associação Lar Abrigo Porta Aberta
Foto: internet

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Carta aberta aos professores

Vejo professores desmotivados. Quero incentivá-los a não desistir da profissão que escolheram. Observo o cenário deveras difícil. Pergunto o que a sociedade está a fazer pela classe docente? Depois da vontade de ensinar ou sonho,

Leia mais »
maneira

A vida à sua maneira

Da mãe, a quarta vez que ouvia aquilo. Do pai, a mesma lengalenga. Farto de sermões, ele preferia viver a vida à sua maneira! Imerso nas drogas, um futuro desolador o esperava. Um dia encontram-no

Leia mais »

Joana

Joana…não te conheço, eu sei…Quem te conhece bem sei!Tem desígnios, é ReiNele espero e esperarei. Ele vive no Alto, sim!A ti te ama e a mim.É senhor amoroso,É o Deus Poderoso! Não sei a tua

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top