Mais amor, mais amor!

Mais amor mais amor

«Permaneça o amor fraternal» Hebreus 13:1
Este é um grito de dor
Cultive-se por favor a doçura entre os viventes
Sejamos todos agricultores do bem
Tenhamos visão do além
Semeie-se o amor aos molhos
Molhos pesados, onde as lágrimas do perdão
Regarão a terra mãe e esta brotará
Flores lindas, brilhantes
Colheremos juntos brotos de fraternidade
De mão dada seremos comunidade
Geração da paz, apelidada
Não se detenham no caminho da tristeza
Da incerteza
Quer sejamos povo, realeza
Emanem-se vozes de tolerância, de respeito
Sustenham correntes de compaixão ao peito
Sejamos a voz de quem se levanta carinhosamente
Para o bem de toda a gente
E este grito profundo
Escutar-se-á daqui ao resto do mundo
Chega de horror
De ódio, de palavras sedentas de sangue
Vamos plantar as sementes do amor
Salpicadas de candura
E juntos no campo iremos abraçar-nos
Choraremos o tempo perdido
Mas colheremos a afeição que perdura
Então o amigo será amigo
O pai será pai
a nação será nação
Acabaremos com qualquer perigo
Não seremos mais geração alheada
Não mais seremos gente do nada
Seremos sim, humanidade resgatada!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top