Joana

pexels photo 144474Ana Madeleine Uribe

Joana…não te conheço, eu sei…
Quem te conhece bem sei!
Tem desígnios, é Rei
Nele espero e esperarei.

Ele vive no Alto, sim!
A ti te ama e a mim.
É senhor amoroso,
É o Deus Poderoso!

Não sei a tua cor…
Teus olhos desconheço…
Recebe o Deus de Amor
Que por nós pagou o preço;
Foi tão grande o favor,
Bem sei que nem o mereço.

Como serás? Loira, morena?
És grande, pequena?
Qual criança serena,
Filha de Sua majestade!

A fé é… acreditar
sem ver, mas esperar
É montanhas mover
O impossível acontecer

A ti Joana eu dedico
Palavras com doçura.
Ao meu Deus eu suplico
Que traga no seu regaço
Bençãos, Sua ternura
E de mim…um abraço!

Dedicatória a uma menina que passou por uma situação de saúde muito difícil). Foto: Ana Madeleine Uribe

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

natal

Natal

Este é um poema de NatalEmbrulhado de maneira talQue em jeito de exclamaçãoVos trago um amor seguro no peitoComo oferenda ao vosso coração Natal que é nascimentoIgnorado, esquecido por vezesBrilham luzes cintilantes no adventoMas apagadas

Leia mais »

Contemplando Tuas obras

Hoje Senhor, quero te agradecer sinceramenteHoje Senhor, quero te dizer o que vai em minha mente. Rei do Universo, que fizeste as estrelas tão belas!Quem faria igual?Senhor, só Tu permites que eu olhe para elas!

Leia mais »

Dia do Escritor Brasileiro

Hoje, celebramos o Dia do Escritor Brasileiro. Faço destas palavras o meu roteiro.Entre riscos e rabiscos, lápis, canetas e cor, celebramos a inspiração recortada de amor.Celebro as ideias, a teia, o emaranhado de palavras.São frases

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top