Rega o amor

29512309 1644890218957144 5827269148540889934 n


Neste dia mundial da poesia, como não escrever? Então aqui está! Poema dedicado ao amor…

Rega o amor, ele é presente
Não é indecente
Não é quimera
Tem paisagem excelente

Rega o amor se queres que ele cresça
Que floresça ou amadureça
Amor que é amor
É nobre, sublime e tem sempre uma cor

Rega o amor – aquela mais delicada flor
Leva contigo favorável regador
Rega-a com pingos certeiros
Separa-a dos espinhos matreiros
E acentuarás sua cor

Rega o amor com paixão
Amor sincero e dedicado
Razão do amor delicado
Numa história lado a lado
Coração com coração

Rega o amor, nunca o esqueças
Ele é supremo e concreto
Amor que é amor se revela, não é secreto

Rega o amor bem cedinho
Não o deixes abrasar ao calor
Rega-o com empenho e carinho
Não o desampares
Não o deixes sozinho

Rega o amor a cada dia
Nem que seja por um pouco
Ficará vivo e reluzente
Sim, sei, o amor é louco
Jamais te será indiferente

Rega o amor com cuidado
Ele está ansioso, te aguarda
Não o deixes malcuidado
Afinal quem o resguarda?

Rega o amor, não te escondas
Não desistas nem desesperes
O amor não será temor
Depende como o regas, como o queres

Rega o amor pra que não morra
Vai onde quer que ele esteja
Nos jardins, nos canteiros
Na mais ínfima masmorra
No bosque, nos outeiros

Rega o amor com água pura
Com os nutrientes da quietude
Grande, sabemos é sua virtude
Amor é amor pra toda a gente
Em corações se afigura, emergente
Regar o amor não é impossível
É naturalmente exigente …

Foto: internet

Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução total ou parcial deste texto, por quaisquer meios, sem prévia autorização, por escrito, da autora.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top