Histórias com História: Ester Bettencourt

Que idade tens e como é a Ester para o mundo?
Tenho 17 anos e sou sempre o mais verdadeira possível com os outros e comigo própria.

O que achas que faz falta à vida de uma jovem hoje?
Na minha opinião, o que realmente falta a um jovem hoje é alguém dizer-lhe o quão especial e importante é para Deus e para mim ou para todos. Para além disso, consciencializá-la de que quanto mais verdadeira for para si e para os outros, mais feliz será. A nossa sinceridade far-nos-á humildes e também aceitar que somos pecadores e o que importa é colocarmos Deus sobre todas as coisas.

Qual é o teu maior sonho?
Ser capaz de chegar a pessoas que não conhecem a Deus e, desta forma, que a Paz de Deus reine em todas as nações.

Porque enveredaste pela área da música?
Desde muito nova que tenho a música presente na minha rotina, quer na Igreja quer em casa, ou noutro lugar. Sempre tive influência de várias pessoas da família.

Como é viver nos Açores?
Os Açores, como muitos dizem, são o paraíso. Esta não é apenas uma frase, mas a realidade. Hoje, o mundo está cheio de infelicidades, a vários níveis. Os Açores são dos poucos lugares que ainda estão minimamente protegidos de certas adversidades (perseguições, guerras, catástrofes naturais de grande dimensão, entre outros).

Se numa palavra pudesses gritar ao mundo, o que dirias?
AMA

Há alguma coisa que já te tenhas arrependido de não fazer?
Deixar passar uma oportunidade de falar de Jesus a quem não o conhece.

Quem é Jesus para ti na prática?
Para mim, Jesus é um companheiro/zelador eterno.

Quando o conheceste? De que forma?
Desde que nasci que os meus pais sempre me mantiveram nos caminhos do Senhor. De tudo o que já vivi, sempre tive em conta o que ele queria para mim.

Como percebes que podes levar Jesus por onde passas?
Deus /Jesus é omnipresente. Contudo, cabe-me a mim ter presente em cada dia que ele de facto está em todo o lugar.

O que gostavas ainda de aprender?
Tenho o desejo de aprender muito mais sobre a Palavra de Deus e, para além de executar, gostaria de aprender a produzir instrumentos.

Qual o teu versículo preferido? Porquê?
Josué 1:7
De entre muitos, este é um dos que me fazem lembrar que quanto mais eu olhar para Cristo, mais facilmente tudo irá bem.

Como é o teu dia a dia com Jesus?
O meu dia a dia está repleto de decisões, as quais nem sempre são fáceis de decidir, porém Jesus, que está sempre comigo, ajuda-me a fazer as melhores escolhas. Além do mais, eu sofro de ansiedade e em cada dia peço a Ele que me mantenha calma e me ajude a organizar o dia.
Um dia de cada vez e cada dia com Jesus.

Que valores íntegros a tua família passou?
Somos filhos de Deus, sem ele não somos nada.
Respeito e amor pelo próximo.

Que marca gostavas de deixar?
Quero depositar nos outros o valor que dou ao meu Salvador e a minha fidelidade sobre ele.
Tenho o desejo de ser o que Deus quer que eu seja e desta forma transmitir aos outros o quão importante é valorizar aquele que sofreu por nós.

O que fazes para que a tua voz seja escutada?
Sou eu própria (tento ser o melhor de mim e persevero naquilo em que acredito, Deus e as suas maravilhas), ouço os outros e adapto-me à realidade de cada um.

Para ti, o talento deve ser desenvolvido? Porquê?
Sem dúvida. Para além de ser algo que Deus nos deu exatamente para usufruirmos dele para sua Glória, traz-nos uma felicidade imensa.

Que filme gostaste mais de ver? Porquê?
Um dos: “I’m Not Ashamed: The Rachel Joy Scott Columbine Story” ou
“Uma Vida com Propósito”

“Somos povo adquirido por Deus”, o que pensas disto?
Somos escolhidos por Deus para o propósito que ele tem. Cada um de nós tem uma missão na terra, que Deus nos dispõe.

Como gostavas de usar a música para evangelização?
A música pode ser representada de diversas formas. Todo o ser humano tem a música presente na sua vida, quer seja a cantar, a tocar, a fazer barulho/ruídos, e muito mais. Todas as formas possíveis de se fazer música devem ser exploradas de modo a serem adaptadas à evangelização. A música é dos poucos instrumentos de evangelização que está ao alcance de todos ou quase todos os Homens.
Uma grande oportunidade de evangelizar através da música é a rádio, pois quase todos possuem um rádio (por exemplo, quem tem um carro tem um rádio) e esta é uma forma de despertar o interesse às pessoas.

Tu és uma princesa. Uma miúda especial. O que pensas tu sobre isto?
Dado que, para mim, uma princesa e miúda especial é alguém que deixa uma marca de forma positiva (respeito pelo próximo, acho que diz tudo), é ela própria, tenho a dizer que fico feliz por saber que o que Deus e eu queremos que eu seja se cumpre.

Entrevista realizada por Andrea Ramos a Ester Bettencourt, 2021

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top