É ele, o SOL!

e_ele_o_sol

Sobe, sobe altaneiro
Num deslumbrar matinal
Exibe-se forte, é soalheiro
Alumia o pobre e o rico,
Seja o bom, seja o mau

Seus raios poderosos
Em fulgor e majestade
Apesar da sua idade
É único, na verdade

Não é meu, não é teu
Pertença do autor da criação
Aniquila qualquer que seja o frio
Vaga perdido na imensidão
Mas não se perde no vazio

Visita num ápice o mundo
Mundo que não vive sem ele por perto
Deserto não era deserto
Dia não era dia
A noite teríamos por certo

Despede-se em esplendor e beleza
Em cores que me deixam maravilhada
Deixa-nos apenas por instantes
Com a certeza de ver a história recapitulada

Assinatura-Andrea-Ramos

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução por quaisquer meios, salvo em breves citações com indicação da fonte, sem prévia autorização da Autora.

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Não encontras, não?

Se buscas algo e não sabes o que procuras…fala com Deus, Ele ajuda-te na definição. Se queres o que não tens e anseias o desconhecido…pensa em Deus que te dá sempre atenção. Se pretendes conhecer

Leia mais »

Criação de Deus

Se eu fosse uma gaivotaDeixava o vento empurrar minhas asasPercorrendo o vasto marSeu eu fosse uma águiaDeixava os animais minha penugem contemplarE, por isso louvaria ao Senhor! Se eu fosse um passarinhoMeus filhotes alimentariaSe eu

Leia mais »
bola

A bola que chora

Joga comigo à bola, não te vás emboraTão bom é ter alguém perto para jogarVem, vem ter comigoNão te assustes, não a quero só para mim(Jogar à bola contigo?)Jogar sozinho deixa-me tristeE com companhia, o

Leia mais »

Artigos Recentes

Redes Sociais

Scroll to Top